terça-feira, 30 de setembro de 2008

Festejos no defeso

Enquanto ainda se vivem os festejos da brilhante vitória do último fim de semana e provavelmente pelas ruas de Bissau ainda muitos se passeiam com as camisolas vermelhas de águia ao peito, deixo uma fotografia do Estádio Lino Correia. É elucidativa da época de defeso e de muito mais… acordar de manhã com uma vista destas é um luxo.

À atenção de ACF, Andread e NCS. Para a semana haverá mais... e ainda vou saber quando começa a época por aqui.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Medidas impopulares

Há diversas formas de encarar as questões legais. Umas são mais parecidas com aquelas a que estamos habituados e depois há também o modo mais próprio da Guiné-Bissau.

Na Quinta-feira dia 18 de Setembro, o Ultima Hora, um dos jornais locais, informava: “Decisão do MAI considerada discriminatória e impopular: a decisão recentemente tomada pelo Ministério da Administração Interna de proibir a circulação de carros sem matrícula e com vidros escuros ou matrículas estrangeira está a ser considerada de discriminatória por certas franjas sociais.” (…)

Não é raro ver automóveis sem matrícula em Bissau, ou com matrículas da Gâmbia, Mauritânia ou Senegal. No entanto também não é raro ver automóveis com pneus de tamanhos diferentes, automóveis sem vidros, automóveis a transportar 7 ou 8 pessoas mais animais e comp., etc.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Floresta sagrada

A exploração da Guiné-Bissau continua. Aproveitando mais um fim de semana o destino foi Iemberém, no sul. São mais de 5 horas de viagem e os últimos 40Km são de terra vermelha, buracos estilo crateras, muita lama, e água. Para ajudar ainda conseguimos apanhar alguma chuva à africana. Mas valeu a pena. As paisagens são fantásticas e em algumas horas estamos no meio da selva. Ficámos atolados uma vez. Dormimos em bungalows ao estilo das tabancas locais. A comodidade não é cinco estrelas mas nem se pensa nisso. A comida é local. Entre outras coisas tivemos direito a galinha com caldo de mancarra e cabra na brasa (mas foi bom levar a minha nova arca com bebidas frescas, leite e iogurtes).


Uma das atracções da Floresta de Cantanhez é a vida selvagem, infelizmente cada vez se encontram menos animais. Conseguimos ver macacos. Não os das gaiolas mas daqueles em que andamos com um guia pelo meio da selva até os começarmos a ouvir e depois os ver saltar de árvore em árvore mesmo por cima de nós. Passámos por aldeias perdidas no meio do nada com crianças por todo o lado e como podem ver em alguma fotografia, na mesma água onde se toma banho, lava-se a roupa e a loiça.



sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Saúde até à Aldeia

Fica a lembrança de uma campanha de ajuda à Guiné-Bissau apoiada pela Cooperação Portuguesa. Embora não tenha por hábito fazer referências publicitárias a simples compra de uma garrafa de água pode ajudar bastante. São gestos que não custam. Como podem ler mais em baixo esta iniciativa pretende garantir o apoio a 3900 grávidas, cuidar de 14750 crianças e garantir cuidados básicos de saúde a mais de 85000 pessoas, num país que é considerado o terceiro mais pobre do mundo. Mesmo sendo um projecto apoiado pelo IPAD não tenho comissão. Deixo o texto do site:

"A cerveja Sagres Zero, a Água de Luso e o LIDL uniram-se à ONG portuguesa Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento Africano (VIDA) para apoiar o projecto “Saúde até à Aldeia” na Guiné-Bissau, um programa de saúde comunitária e materno infantil de elevada qualidade que conta com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD).

Durante os meses de Agosto e Setembro os clientes da cadeia de lojas LIDL, ao comprarem Cerveja Sagres Zero Six-Pack e Água de Luso, nas referências 1,5L e 5L, estarão a contribuir para a construção do primeiro Centro de Saúde Materno-infantil em S. Domingos na Guiné-Bissau, uma vez que a cerveja Sagres Zero, a Água de Luso e o LIDL revertem parte das suas margens para a concretização do Centro. Simultaneamente os portugueses serão desafiados a “medir o seu coração” dando 1,5 Euros de vida para uma consulta de pediatria ou 2 Euros para o seguimento médico de uma grávida doando assim esse serviço às crianças e mães que recorrem ao Centro Materno-infantil.

Na Guiné-Bissau a inexistência de serviços de saúde, afectam diariamente milhares de mães e crianças. Segundo os últimos dados, em cada 2 dias morrem 5 grávidas por parto. Em cada 1000 crianças com menos de 1 ano, 119 não sobrevivem e por cada 100.000 grávidas, 1100 não resistem ao parto. Estes são apenas alguns dados que indicam a precariedade que se vive num país onde a esperança de vida é de apenas 46 anos."

http://www.centralcervejas.pt/default.asp?s=11570&c=295635

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Passeio dominical

Com algum atraso aqui ficam algumas fotografias de um fim de semana já passado. Aproveitando a visita de trabalho a Bissau do AF e da FF fomos até Quinhamel. Deu para uma animada ida ao mercado e para as habituais travessas de ostras e camarões.





Terras do Mar

Diogo Navarro - Terras do Mar

Na próxima 6ª feira, o Diogo inaugura mais uma exposição de pintura. Não percam.

"Diogo Navarro diz que a pintura apareceu naturalmente na sua vida, permitindo-lhe sonhar e viajar no tempo, num retorno às Terras do Mar da sua infância. Desse sonho e desse retorno nasceu esta magnífica exposição."

Inauguração:
19 de Setembro, Sexta-feira, às 22,00 horas
Exposição patente ao público, todos os dias, até 7 de Outubro, das 15 às 24 horas
Galeria de Arte do Casino Estoril

video

http://www.youtube.com/watch?v=uv8GNEUACiE

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Carga simbólica

Amanhã de manhã vou estar com o nosso Ministro da Defesa. Temos reunião na Embaixada de Portugal.

“O Ministro da Defesa português, Nuno Severiano Teixeira, chegou quarta-feira a Bissau para uma visita oficial de dois dias, que tem como principal objectivo reforçar a cooperação bilateral e multilateral naquele sector. "O principal objectivo é reforçar as relações de cooperação e em particular na área da Defesa", afirmou Nuno Severiano Teixeira, momentos depois de ter aterrado no aeroporto Osvaldo Vieira, na capital da Guiné-Bissau. A visita destina-se a fazer um ponto da situação da cooperação técnico-militar, analisá-la e "reforçar aquilo que for de interesse mútuo", referiu o Ministro, cujo o objectivo da visita passará também pela cooperação multilateral na área da Defesa ao nível da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da União Europeia. Nuno Severiano Teixeira vai entregar às Forças Armadas guineenses material militar logístico e manter encontros com as autoridades políticas locais, incluindo o Presidente da Guiné-Bissau, João Bernardo "Nino" Vieira.

O Ministro da Defesa português vai também reunir-se com o Chefe da Missão da União Europeia para a Reforma do Sector da Segurança na Guiné-Bissau, o General espanhol Juan Esteban Verastegui”.

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/403173

Não se trata de entregar armas ou material bélico aos militares guineenses, como já li alguns insinuar. A ajuda necessária passa por muitos outros aspectos. Quem vê as fardas (quando se podem chamar isso), as botas (ou a falta delas), as casernas, etc., percebe bem que os problemas são outros.

O Ministro português nasceu na Guiné-Bissau.

Ao final do dia espero já estar em Iemberem. Depois conto. São só umas horas de viagem.

Ikea Bissau

Hoje escrevo sobre a sucursal IKEA em Bissau. O dia escolhido não é mero acaso. Vai com dedicatória especial para a RSM que faz anos hoje. A loja IKEA de Bissau apresenta grandes soluções e enormes vantagens. Destaco apenas algumas das principais: facilidade de estacionamento, atendimento personalizado (chegam a ser 4 ou 5 ao mesmo tempo), ar puro constante, garantia de que as madeiras estão preparadas para a chuva e o corte a serrote à medida. Esta última é fundamental e outras lojas deveriam pensar no serviço de carpintaria. Ficam algumas das novidades do próximo catálogo.


Já tenho em casa prateleiras de madeira verdadeira da mais alta qualidade e são praticamente direitas. Livros nas paredes. Aos poucos a casa vai ficando casa. Só temos de procurar bem o que queremos e ser imaginativos. Para a semana não posso ir à festa.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Lotação esgotada

Nem sempre os textos que escrevo ou transcrevo são motivo de alegria ou divertimento. Hoje infelizmente deixo alguns números que para alguns são apenas isso mesmo. De Maio até ao inicio desta semana noventa pessoas morreram de cólera na Guiné-Bissau, tendo sido detectados três mil e 900 casos da doença. Bissau é a cidade mais afectada. O surto de cólera escapou ao controlo das autoridades sanitárias e a situação está complicada no Hospital Simão Mendes, onde deixou de ser fornecida comida aos doentes internados por falta de verbas. No mesmo Hospital os doentes estão deitados em macas ao longo do alpendre que rodeia o edifício principal. Segundo o director desta unidade de saúde a epidemia já ultrapassou a capacidade do hospital. Alertou ainda para o facto de que o problema se vai agravar porque a epidemia está a crescer devido às fortes chuvas que continuam a cair diariamente em Bissau.

“Para minimizar o problema da falta de espaço, foi montada (no Hospital) uma enorme tenda oferecida pelo UNICEF, onde serão instalados os doentes que se encontram em fase de recuperação. A tenda também permitirá proteger os doentes dos mosquitos e do frio da noite, enquanto, durante o dia, o alpendre fornece sombra que permite enfrentar melhor o calor húmido e sufocante da capital guineense.”

“De acordo com fonte do Ministério guineense dos Recursos Naturais, menos de 10% da população tem acesso à água potável e mais de 80% dos casos de contaminação provêm do consumo da água dos poços, às vezes localizados perto de fossas infectadas.”


Destaco por último que o Hospital central de Bissau, apenas consegue funcionar graças a um gerador oferecido pela Cooperação Portuguesa.

http://www.panapress.com/freenewspor.asp?code=por017151&dte=09/09/2008

http://sic.aeiou.pt/online/noticias/vida/20080814+Epidemia+de+colera+esgota+principal+hospital+do+pais.htm

http://www.portugaldigital.com.br/noticia.kmf?cod=7557565&indice=50&canal=213

domingo, 7 de setembro de 2008

Sandes de leitão

Ontem desci as escadas e fui à rua comprar pão. Não há padaria mas há uma senhora bastante forte (e família) que todos os dias está junto à minha porta com dois alguidares grandes com pão. Uma das padarias locais. A técnica é simples, basta levantar os panos que tapam aquilo que queremos, afastar as moscas e afins e depois escolher. As hipóteses não são muitas, existe o pão grande e o pão um pouco mais pequeno. Mas são iguais, o mesmo tipo de massa. Estilo baguete de Bissau. Acabado de fazer é bom e mais tarde torrado também. Uma questão de hábito, como quase tudo. O pagamento também tem aquela coisa de raramente haver troco e quem compra ficar quase sempre a perder. Vou escrevendo enquanto a osga olha para mim.


Ontem curiosamente a padaria, que também funciona como habitação, estava com bastante agitação e eu lá entrei na porta que está por trás dos alguidares... Às vezes é mesmo preciso entrar porque não está ninguém para resolver o assunto do pagamento. Tive de aguardar um pouco, sem luz é sempre mais difícil contar os trocos, depois foi só esperar que os quatro ou cinco leitões saíssem do meio da sala e lá apareceram os meus 50 CFA. Não descrevo o interior da habitação por simpatia. A animação tinha justificação e fui buscar a máquina fotográfica. Era dia de cozinhar porco. Panelas ao lume, carne para cortar, enchidos para fazer. Ilustração mais em baixo.




terça-feira, 2 de setembro de 2008

Intervalo de Verão

Foi muito bom mas o regresso não custou nada. Basta correr por gosto. Ir sem saber quando é o regresso… Bissau recomenda-se.

Fica o Verão 2008 de Portugal e os Parabéns a quem faz anos hoje.