sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Estrelas em Cumura

Com salto cronológico para trás escrevo hoje sobre o Hospital Católico de Cumura. A base do texto não é minha. Aproveitei parte e fiz umas adaptações com bastante liberdade. Obrigado CH pelo envio.

No Hospital Católico de Cumura, nos arredores de Bissau, são recebidos durante três dias do mês cerca de 500 mães com bebés em situação de risco. Estes bebés podem ser órfãos, gémeos, desnutridos ou seropositivos.

A Irmã Valeria e as suas equipas fazem o controlo do peso, medição, vacinas, e verificam o estado geral de saúde. A Irmã aconselha as mães a como tratar os seus bebés, dando conselhos e instruções sobre higiene, alimentação e controlo mensal. As equipas administram vitaminas, dão leite, papas, e outra comida para os bebés e também para as mães. Para as mães seropositivas há também retrovirais. Todo este serviço é gratuito para as famílias. O Hospital recebe apoio através da Rede Ajuda, apoiada pela Cooperação Portuguesa e por outras organizações.

Para quem não sabe a Irmã Valéria é uma enfermeira italiana a viver em Bissau há mais de 20 anos e conhecida pela sua enorme actividade de caridade, nomeadamente neste Hospital.



No ano que terminou a Irmã Valeria partilhou com a CH o sonho de oferecer a todos estes bebés e suas mães um presente de Natal. A ideia seria organizar uma festa durante as sessões de controlo médico que se iriam realizar na última semana de Dezembro e aproveitar o momento para oferecer os presentes. Algumas das fotografias são de uma das festas organizada no dia 26 de Dezembro. Houve um lanche e concerto de música ao vivo. Aproveitei o momento para deixar também o último caixote com roupas de bebé que me enviaram. Foram muito bem aproveitadas e tiveram um grande sucesso. Obrigado.

Depois do pedido feito pela Irmã a CH tratou de organizar a festa e de imaginar um presente para todos. Nasceu então a ideia de uma estrela em tecido. Uma outra organização a Artiss@l (também membro da Rede Ajuda) encarregou-se de fabricar a estrela e também uma bolsa para cada mãe onde estas pudessem guardar o boletim de vacinas e do controlo médico dos bebés.

Já tive oportunidade de algum tempo atrás falar desta ONG. A Artiss@l promove o comércio justo de tecidos produzidos artesanalmente por tecelões tradicionais da Guiné-Bissau.



O financiamento para concretizar este projecto foi conseguido através de contribuições vindas um pouco de todo o mundo bem como através da angariação de fundos provenientes de uma festa organizada para o efeito em Bissau com a ajuda de vários amigos. Também podem ver o convite publicado um pouco antes do Natal. Nesta altura não tenho a certeza se o financiamento foi alcançado na totalidade mas se alguém estiver interessado em ajudar podem sempre perguntar. Tenho os contactos necessários para a ajuda chegar ao local certo. De qualquer maneira todo o valor excedente será entregue ao Hospital para suportar os serviços que ali são prestados aos bebés em risco. O relatório sobre esta projecto pode ser enviado por email.

1 comentário:

alecrim aos molhos disse...

Amigo Miguel,
um obrigado muito grande pela divulgação , teu empenho e disponibilidade desde o inicio das "Estrelinhas Ó-Ó ", ainda assim desculpa por vir tão atrasado ...

Ainda estou a receber o "restinho" que falta para pagarmos as ultimas Estrelinhas , se alguém tiver interessado, tenho as informações como fazer.

Fazendo de mensageira de Comura (irmã Valeria, mães e bébés ), 1000-mil- agradecimentos, para todos os que tornaram esta iniciativa possivel.
CH