quinta-feira, 16 de abril de 2009

Aniversário à velocidade de caracol

No início desta semana alguns de nós celebrámos o primeiro aniversário em Bissau. Foi um ano que passou bastante rápido. Muito mais do que alguns pensariam. Houve acontecimentos para quase todos os gostos. Chegámos com polícias de diferentes forças a matarem-se, depois tentativas de golpe de estado, leis inconstitucionais, aviões com droga, tentativas de assassinato de figuras de Estado, eleições, conhecemos três Primeiros-ministros, três Governos, dois Presidentes da República, a morte do Chefe de Estado e do Chefe de Estado-Maior, assaltos, espancamentos, etc. Não se pode dizer que não tenha sido um ano onde nada aconteceu… infelizmente quase nada ajudou muito a Guiné-Bissau.

Por evidentes razões, procuro habitualmente não me alongar sobre o trabalho desenvolvido pela Missão. Não será, no entanto, difícil de perceber que os acontecimentos vividos ao longo deste período não ajudaram ao cumprimento do nosso mandato. Sem um Governo ou uma Assembleia Nacional que tome decisões ou aprove leis, torna-se complicado avançar com qualquer processo de Reforma do Sector de Defesa e Segurança. Parece, agora quase oficial, que haverá uma extensão do mandato e assim por cá ficarei, em princípo, mais alguns meses.

Não podemos esquecer que a realidade do país é bem diferente, o que necessariamente tem repercussões no ritmo dos trabalhos. Um bom exemplo é o facto de apenas oito meses depois de chegarmos ao país nos termos mudado para as novas instalações da sede da Missão. Deixo umas imagens. Bastante diferente da anterior situação.




Para a semana estarei na Praia, Cabo Verde, onde terá lugar a Mesa Redonda - Reestruturação e Modernização do Sector de Defesa e Segurança na Guiné-Bissau.

Muitos parabéns à Pipoca aniversariante.

1 comentário:

Nuno Caldeira da Silva disse...

Não se pode dizer que não tenha sido um ano em pleno cheio de vivacidade e por certo de muios ensinamentos. Aposto que nunca mais te vais esquecer do teu primeiro ano de vida na Guiné e com certeza que ficará par sempre a mexer contigo. Agora é a rrancar apara essa extensão da Missão sem deixar de vista os teus objectivos a mais longo parazo. Um Abraço