sexta-feira, 5 de junho de 2009

Jornal da manhã

"O candidato às presidenciais na Guiné-Bissau Baciro Dabó foi morto, esta madrugada, na sua residência em Bissau.

«Baciro Dabó foi morto por um grupo de homens desconhecidos e armados», disse uma das fontes citada pela Agência Lusa.

Desconhecem-se os motivos do assassínio, que ocorreu na véspera do início da campanha eleitoral para as presidenciais de 28 de Junho.

Baciro Dabó era considerado próximo do ex-Presidente João Bernardo "Nino" Vieira, que foi assassinado a 02 de Março deste ano.

Recentemente, Dabó foi ouvido pela comissão militar que investiga o assassínio do chefe das Forças Armadas general Tagmé Na Waié, ocorrido horas antes da morte de "Nino" Vieira.

O candidato era ministro da Administração Territorial, cujas funções suspendeu para participar na campanha eleitoral, que começa sábado.

Também era membro do "bureau" político do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), cujo candidato oficial é Malam Bacai Sanhá.

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1254741

1 comentário:

Clavis disse...

Está convidado a assistir ao Debate Público sobre o Futuro Democrático da Guiné-Bissau com Francisco Fadul, organizado pelo MIL: Movimento Internacional Lusófono:
http://movv.org/2009/06/05/2%c2%aa-conferencia-mil-o-futuro-democratico-da-guine-bissau-com-francisco-fadul/